Moção de repúdio

Publicado: 11 de novembro de 2011 por Lupe Cotrim em Uncategorized

Escola de Comunicações e Artes

Assembleia Geral dos estudantes da ECA

Moção de repúdio

A Assembleia Geral dos estudantes da ECA aprovou a moção a seguir em repúdio a maneira como o movimento estudantil tem sido retratado na imprensa e se apresenta nas seguintas palavras:

Nós, estudantes de Comunicações e Artes da ECA/USP viemos explicitar o nosso repúdio à maneira como a imprensa hegemônica tem exposto os acontecimentos recentes no campus da USP.

Estamos constrangidos com a maneira preguiçosa e irresponsável como a imprensa e a televisão têm feito seu trabalho, limitando-se a vender o espetáculo originário de uma cobertura superficial e pautada no senso comum. Entendemos as comunicações e as artes como agentes essenciais na conscientização e na transformação da sociedade. Para isso, o jornalismo não pode ser um mero reprodutor de discursos circulantes, mas sim um instigador de debates e inquietações.

Aquilo a que assistimos recentemente foi uma reprodução incansável de estereótipos, que só serviram para manipular a opinião pública contra as lutas que são primordiais dentro do campus. Como estudantes de universidade pública, é também nosso papel questionar a maneira como a mídia trata os movimentos sociais, principalmente como ela tem tratado o movimento estudantil. Buscar entender as raízes do problema exige apuração minuciosa, princípio básico do jornalismo. Posições existem, mas elas não podem ocultar ou distorcer fatos.

O nome do que está sendo praticado é anti-jornalismo. A sociedade não financia a nossa formação para sermos profissionais como esses.

Anúncios
comentários
  1. Invasão da Reitoria NÃO!!!
    Ocupação de parte do RES-DO-CHÃO da reitoria SIM!!!

    Concordo completamente! Sou colaboradora de um jornal português “O Ribeira de Pera”, estou inscrita na Comissão da Carteira Profissional de Jornalista, estou a fazer um intercâmbio em Artes e Comunicação aqui na USP e por fim…Tenho assistido a alguns”acontecimentos” na USP. Declaro que estou chocada com a atitude de alguns repórteres, durante O “espetaculo jornalístico” que assisti e me revoltou. Após eu ter intervido e frontalmente questionar vários reporteres ácerca da sua atitude, na noite da Assembleia junto à reitoria (3 NOV). Um senhor da Record que dizia estar a gravar em directo, mas que na verdade estava ensaiando já à algum tempo com a sua equipa o que estava escrito num papel falava de uma “Invasão” e revoltou-me ao ponto de me interpôr entre a camara e equipe e ele, todos me pediram para sair da frente que estavam “em direto”. respondi que fícaríamos todos em direto, e que não estava certo a forma como estavam a trabalhar,(tratava-se do ensaio de um discurso acerca da “Invasão” da reitoria) eu disse-lhe que a ele como jornalista ou apresentador, só deveria retratar o que se estava a passar e não era o caso e ainda me disse que em Portugal faziam o mesmo. Eu disse-lhe que não estava ali para “proteger” Portugal nem a sua comunicação social que na maioria faz igual, sim… mas sim, que estavam ali jovens que sonhavam com um mundo melhor, e já que nós não o fazemos, pelo menos que deixassemos eles ( os sonhadores) fazerem, pois que o mundo sem sonhadores terminaria e que a nós (jornalistas ou reporteres) só nos competia mostarar a verdade do acontecimentos. Acabei por sair da frente e ele “melhorou” o discurso falando de “ocupação”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s